quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Dia dos Pais!

Tá bommmm, tá bommmm, seiiii que a grande maioria aqui são mulheres, mães, tentantes, ou apenas sonhadoras (como eu), mas eles merecem, vai?!! Esses papais também são um luxo!! rsrs

Tenho visto nos blogs alheios declarações apaixonadas de papais dedicados! É lindo!!! Esses papais ficam bobos depois que ganham suas crias!

Eu tenho um paizão!!! Lindo, dedicado, orgulhoso! Esse texto que copiei abaixo me fez lembrar muito dele. Até hoje ele "começa o começo" pra mim em várias situações. Peeeeede um neto, todos os dias! Acho que não vou conseguir nem segurar meu bebê no colo depois que nascer, mesmo porque antes não dá, né? Ele vai tomar conta! rsrs

Lá vai...

“PAI, COMEÇA O COMEÇO!”  
     Quando eu era criança e pegava uma tangerina para descascar, corria para meu pai e pedia: - “pai, começa o começo!”. O que eu queria era que ele fizesse o primeiro rasgo na casca, o mais difícil e resistente para as minhas pequenas mãos. Depois, sorridente, ele sempre acabava descascando toda a fruta para mim. Mas, outras vezes, eu mesmo tirava o restante da casca a partir daquele primeiro rasgo providencial que ele havia feito. 
     Meu pai faleceu há muito tempo (e há anos, muitos, aliás) não sou mais criança. Mesmo assim, sinto grande desejo de tê-lo ainda ao meu lado para, pelo menos, “começar o começo” de tantas cascas duras que encontro pelo caminho. Hoje, minhas “tangerinas” são outras. Preciso “descascar” as dificuldades do trabalho, os obstáculos dos relacionamentos com amigos, os problemas no núcleo familiar, o esforço diário que é a construção do casamento, os retoques e pinceladas de sabedoria na imensa arte de viabilizar filhos realizados e felizes, ou então, o enfrentamento sempre tão difícil de doenças, perdas, traumas, separações, mortes, dificuldades financeiras e, até mesmo, as dúvidas e conflitos que nos afligem diante de decisões e desafios. 
Em certas ocasiões, minhas tangerinas transformam-se em enormes abacaxis......   
     Lembro-me, então, que a segurança de ser atendido pelo papai quando lhe pedia para “começar o começo” era o que me dava a certeza que conseguiria chegar até ao último pedacinho da casca e saborear a fruta. O carinho e a atenção que eu recebia do meu pai me levaram a pedir ajuda a Deus, meu Pai do Céu, que nunca morre e sempre está ao meu lado. Meu pai terreno me ensinou que Deus, o Pai do Céu, é eterno e que Seu amor é a garantia das nossas vitórias.   
     Quando a vida parecer muito grossa e difícil, como a casca de uma tangerina para as mãos frágeis de uma criança, lembre-se de pedir a Deus:  
     “Pai, começa o começo!”. Ele não só “começará o começo”, mas resolverá toda a situação para você.  
      Não sei que tipo de dificuldade eu e você encontraremos pela frente neste  ano. Sei apenas que vou me garantir no Amor Eterno de Deus para pedir, sempre que for preciso: “Pai, começa o começo!”.

Que vocês tenham um ótimo final de semana, ótimo dia dos pais!

Beijos

8 comentários:

Rafaella disse...

Eita...
To vendo que quando esse papai se tornar vovô vai ser babão demais rs...
Que bom neh?!
Logo logo vai ser seu marido comemorando esse dia...
Torço por vcs...
bjão

Cassiê, a mamãe do Eduardo disse...

Lindo!!!
Beijos! Amoooo!!

Funny Paper disse...

Linda a mensagem! também postei uma história da vida real, minha e de meu pai no meu blog!

Bjs

Sil

Telma disse...

Que legal esse texto! Adorei! Beijos.

Cin disse...

Lindo o texto e a homenagem aos papais. Parabéns pra eles. Bjoss!

Nuana disse...

Lindo esse texto amiga///bjocassss

A mamãe do Eduardo disse...

Oi amada! Pois é! Vou dar um tempinho com o blog, porque está uma correria minha vida, que vc não imagina! Assim que der eu volto!!
Mas vou continuar com ele parado, até voltar, para acompanhar o blog de vcs!
Beijos! Amoooo!

Isa Castro disse...

Parabéns papais guerreirooos!