quarta-feira, 13 de julho de 2011

Quando os filhos crescem

Gente, primeiro preciso fazer um comentário à parte. Nunca imaginei que esse universo "bloguístico" fosse tão legal! Estou adorandooo!!!  Realmente fazemos amizades sinceras, recebemos dicas valiosíssimas, nos envolvemos com os blogs que seguimos! ATENÇÂO!! Isso aqui vicia!!! rsrsrs


Recebi esse texto abaixo por email e quis compartilhar com vocês. Acho que as dicas são valiosíssimas, ainda mais porque a maioria das leitoras do blog são mães "fresquinhas", gravidinhas, tentantes ou apenas sonhadoras, como eu! rsrsr
Espero que vocês gostem!

Quando os filhos crescem...

Há um momento, na vida dos pais, em que eles se sentem órfãos. Os filhos, dizem eles, crescem de um momento para outro.
É paradoxal. Quando nascem, pequenos e frágeis, os primeiros meses parecem intermináveis. Pai e mãe se revezam à cata de respostas aos seus estímulos nos rostinhos miúdos.
Desejam que eles sorriam, que agitem os bracinhos, que sentem, fiquem em pé, andem, tudo é uma ansiosa expectativa.
Então, um dia, de repente, ei-los adolescentes. Não mais os passeios com os pais, nos finais de semana, nem férias compartilhadas em família...Agora tudo é feito com os amigos.
Olham para o rosto do menino e surpreendem os primeiros fios de barba, como a mãe passarinho descobre a penugem nas asas dos
filhotes. A menina se transforma em mulher. É o momento dos voos para além do ninho doméstico.
É o momento em que os pais se perguntam: Onde estão aqueles bebês com cheirinho de leite e fralda molhada? Onde estão os brinquedos do faz-de-conta, os chás de nada, os heróis invencíveis que tudo conseguiam, em suas batalhas imaginárias contra o mal? As viagens para a praia e o campo já não são tão sonoras. A cantoria infantil e os eternos pedidos de sorvetes, doces, pipoca foram substituídos pelo mutismo ou a conversa animada com os amigos com que compartilham sua alegria.
Os pais se sentem órfãos de filhos. Seus pequenos cresceram sem que eles possam precisar quando.
Ontem, eram crianças trazendo a bola para ser consertada. Hoje, são os que lhes ensinam como operar o computador e melhor explorar os programas que se encontram à disposição.
A impressão é que dormiram crianças e despertaram adolescentes...como num passe de mágica.
Ontem, estavam no banco de trás do automóvel; hoje, estão ao volante, dando aulas de correta condução no trânsito.
É o momento da saudade dos dias que se foram, tão rápidos. É o momento em que sentimos que poderíamos ter deixado de lado afazeres sempre contínuos e brincado mais com eles, rolando na grama, jogando futebol...
Deveríamos tê-los ouvido mais, deliciando-nos com o relato de suas conquistas e aventuras, suas primeiras decepções, seus medos.
Tê-los levado mais ao cinema, desfrutando das suas vibrações ante o heroísmo dos galãs da tela.
Tempos que não retornam, a não ser na figura dos netos, que nos compete esperar.

Pais, estejamos mais com nossos filhos. A existência é breve e as oportunidades preciosas.
Tudo o mais que tenhamos e que nos preencha o tempo não compensará as horas dedicadas aos Espíritos que se amoldaram nos corpos dos nossos pequenos, para estar conosco.

Não economizemos abraços, carícias, atenções, porque nosso procedimento para com eles lhes determinará a felicidade do crescimento proveitoso ou a tristeza dos dias inúteis do futuro.

* * *
A criança criada com carinho aprende a ser afetuosa.
A mensagem da atenção ao próximo é passada pelos pais aos filhos.
No dia-a-dia com os pais, os filhos aprendem que o ser humano, seus sentimentos são mais importantes do que o simples sucesso profissional e todos os seus acessórios.


Em essência, as crianças aprendem o que vivem.

________________-
Adoooooro ganhar selinhos!!!


Ganhei esse selinho da querida Telma, do blog http://maternidadenamedidacerta.blogspot.com/. As regras desse selinho são:

1) Falar do blog que ganhei: Pelo pouco tempo que tenho como blogueira, já pude notar um pouquinho da personalidade das meninas-mães que eu sigo. A Telma é uma pessoa maravilhosa, de coração bom, super querida, já me deu altas dicas sobre o blog.

2) Falar o que mais gosta no blog e de quem ganhou o selinho: No blog da Telma tem todas as informações que eu sempre tive vontade de saber. Ela escreve super bem, o blog é atualizado com bastante frequência.

3) Indicar o selinho para 7 blogueiras:
1- Déia Musso - http://www.deinhamusso.com.br/
2- Isa Mara - http://nascidaparasermae.blogspot.com/
3- Aline - http://sempreansiosa.blogspot.com/
4- Cassiê - http://mamaedoeduardo.blogspot.com/
5- Lais - http://www.diasdemamis.com.br/
6- Sabrina - http://sabrina-entre-meninas.blogspot.com/
7- Sofia - http://loucurasdefamilia-sofiapleite.blogspot.com/

Feito!

E esse outro, também lindo, que ganhei da querida Telma - http://maternidadenamedidacerta.blogspot.com/


As regras deste selinho são:

1) Falar 7 coisas sobre mim:
1- Quem não me conhece me acha metida;
2- Não gosto de chegar sozinha nos lugares;
3- Estou adorando os blogs que sigo;
4- Estou casada a pouco tempo e muito feliz;
5- Não tenho paciência para passar horas em shoppings;
6- Sonho acordada todos os dias com o momento da gravidez;
7- Vou ser madrinha em breve e estou ansiosíssima;

2) Indicar o selinho para 7 blogueiras:

1- Déia Musso - http://www.deinhamusso.com.br/
2- Isa Mara - http://nascidaparasermae.blogspot.com/
3- Aline - http://sempreansiosa.blogspot.com/
4- Cassiê - http://mamaedoeduardo.blogspot.com/
5- Lais - http://www.diasdemamis.com.br/
6- Sabrina - http://sabrina-entre-meninas.blogspot.com/
7- Sofia - http://loucurasdefamilia-sofiapleite.blogspot.com/


Simples assim! rsrs

Fiquem com Deus e até a próxima!
Beijos!!

8 comentários:

Sabrina Ândrea disse...

Tati querida !! Obrigado!! TÔ aqui rindo a toa de alegria!! Que bobona né??!! rsrsrs
Obrigado flor, de coração! E eu concordo plenamente contigo a respeito de blogar, aii guria, eu fico cuidando do blog como se fosse mais um filho! Claro que ainda não consegui me dedicar a ele como eu realmente gostaria, pois o meu dia é bem puxado, mas assim que eu posso eu entro e começo a ler as atualizações dos amigos , a gente acaba se envolvendo mesmo sem querer ! Assim como tu,ameii!!!

bjoo!!

Nuana disse...

Ai, nem quero pensar em quando ela crescer assim//e eu ficar órfã////esse texto é bonito e ao mesmo tempo dá uma deprezinha né////bjoos pra vcs

Aline disse...

Tati Querida, obrigada pelos selinhos!!! Amei!!! Espero que a gente tenha sabedoria para aproveitar ao máximo nossos filhotes, né? Às vezes os compromissos diários (rotina) nos obrigam a curtir menos os pequenos do que gostaríamos!!! Tenho certeza que você será uma mãe maravilhosa! Beijinhos!

Futuros Papai e Mamãe disse...

Oie Tati,
Encontrei teu blog e amei o cantinho, concordo com vc que encontramos nesse mundo virtual amigas maravilhosas, ainda estou criando meus vinculos e circulos, espero que vc possa participar dele.. Estou te seguido.. passa no meu cantinho pra me conhecer..

Beijoo da tentante May :*

Cassiê, a mamãe do Eduardo disse...

Oi!! Amoooooo!! Obrigada pelos selinhos!! Bjos mil!!

Mamãe Infinitamente Feliz disse...

Agradecemos os selinhos, Adorei o blog e estou acompanhando a futura mamãe aqui tbm bjuxxxx

Telma disse...

Obrigada pelos elogios!!! Amei!!! Beijos.

Isa Castro disse...

Oi Tati! Sou a Isadora do www.aturmadoarthur.blogspot.com e te achei no blog da Larissa. Realmente você tem razão! Eu sou uma mãezinha de 19 anos, fresquinha e sobrevivi a muita coisa inteira por causa das dicas do blog! É uma grande fonte de amizade e desabafos!
Beijinhos e parabéns pelo blog!